home
Notícias
Inovação e tecnologia para a construção civil
23/09/2019

Inovação e tecnologia para a construção civil

Tema foi discutido durante o Minascon Innovation Talk, que contou com a presença do diretor da startup QuintoAndar

No dia 19/09, profissionais da construção civil acompanharam, durante o Minascon Innovation Talk, a apresentação de diferentes modelos de inovação voltados ao setor. O evento foi promovido pelo Sebrae Minas e pela FIEMG, em parceria com a Construtech Innovation/Action Business, em Belo Horizonte. Representantes das empresas Construtech Innovation, Vedacit, MRV Engenharia, Duratex e Housingpact apresentaram seus processos inovadores e as tecnologias utilizadas no setor.

Patrícia Macedo, diretora de inovação da Construtech, abriu o evento falando sobre o conceito e a importância da Inovação Aberta, termo criado em 2003, por Henry Chesbrough. “As empresas tinham um pensamento fechado e percebeu-se que elas poderiam usar, de forma produtiva, ideias internas e externas. Os próprios colaboradores, por exemplo, podem contribuir com sugestões. É importante que você conte sua ideia para todo mundo”, destacou Macedo.

Em seguida, o gerente de inovação e sustentabilidade da Vedacit e Vedacit Labs, Luís Fernando Guggenberger, apresentou dados e tendências trazidas de sua última missão ao Vale do Silício. Segundo Luís Fernando, o setor da construção civil é o 2º pior em processos de digitalização, ficando atrás apenas do setor de Agricultura/Caça e Pesca. “Além da questão da inovação, precisamos buscar soluções para outros problemas. Para se ter uma ideia, 16 milhões de casas são consideradas insalubres no país; 54% dos resíduos do planeta são gerados pela construção civil; 30% dos problemas encontrados no pós-venda dos imóveis do Minha Casa Minha Vida se referem à infiltração. É importante ressaltar que a sustentabilidade é um driver para a inovação”, reforçou Luís Fernando.

Flávio Vidal, diretor de inovação e P&D da MRV, contou sobre as novas tecnologias da empresa, que possui um programa de desenvolvimento para os colaboradores de inovação corporativa, a Squads, com equipes multidisciplinares. Além do programa de intraempreendedorismo, como foco no engajamento do colaborador, a MRV, em parceria com o Materdei, Localiza e Banco Inter, possui a Orbi Conecta. Trata-se de um espaço para desenvolver startups, corporações, investidores, academia, sociedade civil e outros parceiros do ecossistema de inovação e criatividade. “Buscamos utilizar das tecnologias existentes no mercado, além de aplicativos mobile em obras, inteligência artificial, realidade virtual e energia fotovoltaica. A MRV é a primeira empresa a utilizar desse tipo de energia nos empreendimentos do Minha Casa Minha Vida”, destacou Vidal.

A Duratex foi representada pela analista de inovação da empresa, Patrícia Bim. Com mais de 68 anos de história, a empresa passou recentemente por uma reformulação. De acordo com Patrícia, atualmente são 206 colaboradores e foi criado um núcleo de inovação com seis funcionários e mais 26 voluntários. “A Duratex possui o Programa Garagem, para apoiar empreendedores de alto crescimento. Possui atualmente 15 startups de impacto em fase de aceleração, sete scalups aceleradas e outras sete a partir do próximo mês. Além de uma iniciativa de spinoff em fase de execução”, contou Bim.

Entre os palestrantes mais aguardados da noite estava Marcus Andrade, diretor da QuintoAndar. Segundo Andrade, o sucesso da startup é resultado da observação das principais dificuldades encontradas em um processo de locação de imóvel e do número crescente de pessoas que optam por alugar ao invés de investir na compra de um imóvel. “Buscamos entender essas dores dos consumidores e também de quem aluga, facilitando a busca, o processo das visitas, a catalogação e produção de fotos, a transação com agendamento virtual, assinatura digital e até a administração”, explicou o diretor.

O empreendedor ainda defende que a inovação não vem só por meio da tecnologia. “Trabalhamos com parcerias estratégicas e estamos com um projeto novo de reforma de imóveis, para que a gente tenha mais chance de alugá-lo. Um bom exemplo é de um imóvel que estava parado há mais de três meses e, depois de reformado, alugamos em 15 dias”, defendeu Andrade.

voltar para notícias
compartilhe com os seus amigos
Apoio
patrocínio
Realização
Informações
(31)2535.7464 ou (31)99881.4152
Comercialização de espaços
(31)2535.7464 ou (31)99881.4152
EMail
MINASCON@FIEMG.COM.BR